segunda-feira, 18 de março de 2013

Dez Pragas do Egito



Ler: Êxodo 6:18-30, e caps. 7,8,9,10,11



Versículo para DECORAR: "De maneira alguma te deixarei" - Hebreus 13:5

APLICAÇÃO: ensinar que Deus é poderoso e que devemos confiar somente nEle.
Introdução


Desenvolvimento

Deus escolheu Moisés para tirar o povo de Israel do Egito, e ele deveria falar com Faraó para que os libertasse.
Moisés e Arão, seu irmão, foram falar com Faraó, por duas vezes, mas Faraó, não deixou o povo sair.
Deus sabia que Faraó tinha um coração mau e não deixaria o povo sair. Mas isso não iria atrapalhar o plano de Deus para a libertação do povo de Israel.
Faraó confiava muito nos deus do Egito. Eram estátuas de ouro, de prata, de barro, mas que não tinham nenhum poder. Ele acreditava que os seus deuses eram mais poderosos que o Deus dos israelitas. Deus, então, provaria para Faraó e para os egípcios quem é o Deus verdadeiro.
Deus disse a Moisés: “Saberão os egípcios que eu sou o Senhor, quando estender eu a minha mão sobre o Egito, e tirar do meio deles os filhos de Israel”.
Deus fez com que acontecesse naquele país dez pragas – coisas muito ruins, para que Faraó e o povo do Egito aprendessem que há somente um Deus. Deus ia mostrar através das pragas que os deuses do Egito eram falsos, não tinham poder e não adiantava confiar neles.



A 1º praga – Deus disse para Arão estender sua vara sobre as águas do Egito. Quando ele fez isso, toda água se transformou em sangue. Você pode imaginar os egípcios indo buscar água no rio e encontrar somente sangue?



Você tem coragem de pegar uma rã? A 2º praga era as rãs. Em todos os lugares: no palácio de Faraó, nas praças, nas casas havia muitas rãs.

Na 3º praga, Deus transformou o pó da terra em piolhos.

Mesmo acontecendo essas coisas horríveis no Egito, Faraó não deixou o povo sair. Deus continuou enviando mais pragas





Veio a 4º praga, que eram as moscas.





A 5º praga foi peste nos animais – Faraó e os egípcios adoravam o deus touro. Acreditavam que ele protegia o gado, mas Deus mostrou que era inútil confiar em um animal.



A 6º praga constitui-se de úlceras – eram feridas muito feias que apareceram no povo.

Vocês acham que agora Faraó vai deixar o povo sair? Não. Ele era muito teimoso





Quem tem medo de chuva de pedras, de trovões, de relâmpagos? Deus enviou chuva diferente para o Egito, que nós nunca vimos igual. A chuva de pedras foi a 7º praga. Caíram tantas pedras que estragaram as plantações e mataram muitos animais.

Depois disso Deus fez soprar um vento forte trazendo milhares de gafanhotos, insetos que devoraram o restante das plantações do Egito. Esta foi a 8º praga.







Os egípcios acreditavam que o sol era o maior de todos os deuses. Então, Deus enviou a 9º praga fazendo com que o sol escurecesse por três dias. Ninguém podia sair de casa porque não encontrava caminho, mas na região onde os israelitas moravam não ficou escuro, somente para os egípcios. Moisés mostrou aos egípcios que o sol não é um deus.

Deus não permitiu que os israelitas sofressem com nenhum dessas pragas que caíram no Egito. Ele cuidou de Seu povo porque os amava.






Depois de tudo isso, Moisés foi falar novamente com Faraó, mas ele continuava com o coração endurecido.

Na aula de hoje, vimos nove pragas. Na próxima lição veremos a 10º praga, mas...será que dessa vez Faraó vai deixar o povo sair? Não percam!

Conclusão

Faraó não quis obedecer a Deus. E Deus estava lhe mostrando que é poderoso e pode realizar qualquer coisa. Faraó não tinha temor a Deus e não reconhecia a Sua grandeza. Nós temos que reconhecer que Deus é poderoso, é o Criador da natureza e o único Deus. Devemos confiar e adorar somente a Deus.



Atividades:







0 comentários:

Postar um comentário