sexta-feira, 29 de março de 2013

As duas Páscoa



As Duas Páscoa - APEC



"Porque Cristo, nossa Páscoa, foi sacrificado por nós." ( 1 Co 5:7b)
(O versículo que está impresso no verso da cesta, deverá ser ensinado no final da lição).

Visuais: Prepare cada um dos ovos, dando um bonito lacinho para fazer as embalagens de cada um. Arrume-os dentro da cesta, conforme o esquema, na seguinte ordem: rosa, verde, amarelo, laranha, vermelho, azul.




Será bom ter uma mesa, mesmo pequena, à sua frente, na hora da apresentação. Se não for possível, você precisará de um ajudante para segurar os visuais.

Na hora da apresentação a lição, o professor vai segurar a cesta durante a apresentação. Ao mencionar o primeiro ovo, deve retirá-lo da cesta, colocando está com cuidado sobre a mesa ( ou entregando-o ao seu auxiliar). Desamarre a fita, colocando o saquinho e a fita sobre a mesa, à esquerda da cesta. Depois de falar sobre o primeiro ovo, coloque-o sobre a mesa, à esquerda da cesta. Pegue a cesta, retire dela o segundo ovo e repita o procedimento da apresentação do primeiro.

Na conclusão da lição, prenda todos os seis ovos no flanelógrafo, de modo que as figuras dos lados apareçam. Depois vire um a um, ficando no final com todas as figuras dos lados b vísivel. Se preferir, peça a seis crianças que segurem as figuras, orientando-as a virar no momento apropriado.


LIÇÃO:

INTRODUÇÃO:

(Mostre a cesta com os ovos). Olhem! O que será isto? Parecem presentes numa cesta! São coloridos e amarrados com lacinhos. Espere aí! Parecem ovos! (Examine os ovos sem retirá-los da cesta). Quero-lhes contar uma coisa: estes ovos vão ensinar sobre as duas Páscoas. Vocês sabiam que existem duas Páscoas? É isso mesmo! Algumas pessoas comemoram uma Páscoa enquanto outros comemoram outra.
Mas existe uma diferença entre as duas Páscoa: uma é falsa e só serve para o divertimento;  a outra verdadeira e tem um real significado. Essses ovos vão ensinar sobre isso:


O ANIMAL DA PÁSCOA:


( Abra o primeiro ovo - de embalagem rosa - e mostre o lado a). Vejam só o que temos no primeiro ovo. Que animal é este? É um coelho. Quando pensamos em Páscoa lembramos logo de coelho da Páscoa, todos os cartões de Páscoa e os comerciais de TV só falam nele. Para muitas pessoas, este animal é o símbolo da Páscoa e muitos se divertem, vestindo-se de coelhos e presenteando com coelhinhos.



(Mostre o lado b). Porém, do outro lado, vemos outro lado do cartaz outro animal. É um cordeiro! Este cordeiro nos lembra a primeira Páscoa. Você sabe quando foi a primeira Páscoa foi comemorada?  Foi lá na terra do Egito, muito anos atrás. O povo de Israel era escravo dos egípcios. Deus havia mandado 9 pragas sobre o Egito para convencer o Faraó a libertar os israelitas. Deus, então, avisou a décima praga: o filho mais velho de cada família seria morto naquela noite. Deus mandou que cada família do povo de Israel matasse um cordeiro e passasse sangue  do cordeiro na porta, o primogênito sobreviveu. Naquela noite, o povo de Israel foi libertado da escravidão.

O cordeiro é o símbolo desta Páscoa. Aquele Cordeiro que foi morto, para que seu sangue fosse passado na porta livrasse o primogênito daquela casa, era um símbolo de Jesus, que viria ao mundo para morrer por nós. João Batista disse a respeito de Jesus: "Eis o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo". ( Jo 1:29)



O ALIMENTO DA PÁSCOA:


(Abra o segundo ovo e mostre o lado a). Um ovo de chocolate! Quando chega a Páscoa, as lojas ficam cheias de ovos de chocolates, todos compram, comem e presenteiam ovos. E se alguém não ganha um bem grande, logo reclama, dizendo que a Páscoa não está legal! A maioria das pessoas come chocolate para comemorar a Páscoa.


(Mostre o lado b). Vamos ver o outro lado deste segundo ovo. Pão e vinho? Vocês sabem o que isto tem a ver com a Páscoa?

Quando Jesus estava aqui na terra se reuniu com Seus amigos para comemorar Sua última Páscoa. Jesus sabia que logo seria crucificado, condenado e crucificado. Ele comeu pão, tomou vinho e explicou aos Seus discípulos que aquele pão significava Seu corpo que seria morto; o vinho simbolizava seu Sangue que seria derramado por nós. Naquele dia, Jesus pediu que Seus discípulos lembrassem dEle e de Seu sacrifício, comendo o pão e bebendo o vinho. Na Páscoa (aponte o visual), as pessoas participam da Ceia do Senhor em suas igrejas, comendo o pão e bebendo o vinho para lembrar do sacrifício de Jesus.

(Mostre novamente o lado a e depois o lado b).  O alimento-símbolo da Páscoa comercial é o chocolate. Na Páscoa bíblica vemos dois alimentos o pão e o vinho, que simbolizam o sacrifício de Jesus Cristo em nosso lugar.


A ATIVIDADE DA PÁSCOA:


(Abra o terceiro ovo e mostre o lado a). Este ovo trás a figura de alguém descansando. O que você gosta de fazer na Páscoa, qual a atividade que prefere? Muita gente aproveita os feriados para dormir até tarde e descansar bastante. Na verdade, preferem não fazer nada! Outros, aproveitam para sair e se divertir. Trabalho? Nem pensar!


E a outra Páscoa? (mostre o lado b). Ah! Esta figura nos lembra que Jesus não descansou na Sua última Páscoa. Naquela noite, Ele ficou orando porque sabia o que iria acontecer em seguida. Ele seria levado a cruz e morreria pelos nossos pecados. Você sabe o que é pecado? Pecado é tudo o que fazemos, dizemos ou pensamos que não agrada a Deus, como pór exemplo: mentira, roubo, colar na escola, etc. Estas coisas são pecados e a Bíblia, a Palavra de Deus, nos diz em Romanos 3:23 "todos pecaram e carecem da Glória de Deus", isto é, estão separados de Deus. Isto inclui você e eu. Jesus não descansou naquela noite, pois tinha algo importante para fazer. Ficou orando, preparando-se para completar a obra realizar: morrer por nosso pecados.

(Mostre novamente o lado a e depois o lado b). Hoje a Páscoa para muitos é tempo de descansar, de não fazer nada. Porém, na Bíblia lemos que, para Jesus, foi a ocasião de realizar uma importante missão: dar a Sua vida para nos salvar. Jesus orou para estar preparado. Nós também podemos orar agradecendo pelo que Ele fez por nós.

Manhã de ressurreição


Manhã de ressurreição

MENINAS _ NO primeiro dia da semana, Maria Madalena foi ao sepulcro de madrugada.
MENINOS _ Ainda escuro estava.
TODOS _ Como estará o meu Mestre?

MENINAS _ Viu a pedra tirada do sepulcro.
MENINOS _ Como ficou espantada!
TODOS _ Onde estará o meu Mestre?
MENINAS _ Correu, pois, e foi a Simão Pedro.
MENINOS _ E ao outro discípulo, a quem Jesus amava, e disse-lhes:
TODOS _ Levaram o Senhor do sepulcro, e não sabemos onde o puseram.
MENINAS _ E correram juntos Pedro e João até o sepulcro.
MENINOS _ Mas João chegou primeiro.
TODOS _ E, abaixando-se, viu no chão os lençóis; mas não entrou.
MENINAS _ E entrando Pedro no sepulcro, viu no chão os lençóis.
MENINOS _ Mas Jesus não estava lá. E entrando João e vendo, creu.
TODOS _ O Mestre ressuscitou!






Jogral para Páscoa



Páscoa

MENINAS _  Falou o SENHOR a Moisés e a Arão lá na terra do Egito:
MENINOS _Que preparassem  a páscoa.
TODOS _ Páscoa? O que é isso?
MENINAS _ Páscoa é uma festa judaica que comemora a passagem dos judeus para um novo tempo, livre do cativeiro.
MENINOS _ Cativeiro?
TODOS _ O que é isso?
MENINAS _  Cativeiro é quando alguém está preso.
MENINOS _ Um povo inteiro na cadeia.
TODOS _  Mais ou menos assim. Igual aos escravos africanos que trabalhavam de graça no Brasil de antigamente.
MENINAS _  Pobres escravos africanos.
MENINOS _ Pobres escravos hebreus.
TODOS _  Quem libertou os escravos  africanos no Brasil foi a princesa Isabel.
MENINAS _  Quem libertou os escravos  hebreus foi o Deus de Israel.
MENINOS _ Bendito seja o Deus verdadeiro que liberta os cativos de toda e qualquer prisão.
TODOS _  Glória ao Santo de Israel.
MENINAS _  Deus mandou que todo o povo de Israel pegasse um cordeiro para cada família.
TODOS _  Mas se a família fosse pequena, tinham que comer o cordeiro junto com um vizinho.
MENINAS _   Então tinham que assar o cordeiro e comer com pães asmos e com ervas amargosas.
.MENINOS _ Amargas para que não esquecessem a amargura do cativeiro.
TODOS _  E todos os anos os judeus faziam assim.
MENINAS _  Jesus também era judeu e comemorava a páscoa.
MENINOS _ Na sua última páscoa com os discípulos, Jesus nos deixou uma nova aliança: a santa ceia do Senhor.
TODOS _  A santa ceia do Senhor.
MENINAS _  O Senhor Jesus derramou o seu sangue na cruz em nosso favor.
MENINOS _ A páscoa representa este sacrifício por nós.
TODOS _  Jesus morreu por nós.
MENINAS _  Mas também ressuscitou!
MENINOS _ Ele nos trouxe vida e vai nos levar para morar no céu.
TODOS _  quem aqui vai morar no céu?
MENINAS _  Eu vou!
MENINOS _ Eu  também vou!
TODOS _  Todos nós queremos ir.
MENINAS _  Jesus está voltando.
MENINOS _ E vai nos levar para o céu.
TODOS _  Para comermos com ele um lindo jantar de casamento.
MENINAS _  Do Noivo com a Igreja.
MENINOS _ Nas Bodas do Cordeiro.
TODOS _  Feliz Páscoa!




segunda-feira, 18 de março de 2013

Dez Pragas do Egito



Ler: Êxodo 6:18-30, e caps. 7,8,9,10,11



Versículo para DECORAR: "De maneira alguma te deixarei" - Hebreus 13:5

APLICAÇÃO: ensinar que Deus é poderoso e que devemos confiar somente nEle.
Introdução


Desenvolvimento

Deus escolheu Moisés para tirar o povo de Israel do Egito, e ele deveria falar com Faraó para que os libertasse.
Moisés e Arão, seu irmão, foram falar com Faraó, por duas vezes, mas Faraó, não deixou o povo sair.
Deus sabia que Faraó tinha um coração mau e não deixaria o povo sair. Mas isso não iria atrapalhar o plano de Deus para a libertação do povo de Israel.
Faraó confiava muito nos deus do Egito. Eram estátuas de ouro, de prata, de barro, mas que não tinham nenhum poder. Ele acreditava que os seus deuses eram mais poderosos que o Deus dos israelitas. Deus, então, provaria para Faraó e para os egípcios quem é o Deus verdadeiro.
Deus disse a Moisés: “Saberão os egípcios que eu sou o Senhor, quando estender eu a minha mão sobre o Egito, e tirar do meio deles os filhos de Israel”.
Deus fez com que acontecesse naquele país dez pragas – coisas muito ruins, para que Faraó e o povo do Egito aprendessem que há somente um Deus. Deus ia mostrar através das pragas que os deuses do Egito eram falsos, não tinham poder e não adiantava confiar neles.



A 1º praga – Deus disse para Arão estender sua vara sobre as águas do Egito. Quando ele fez isso, toda água se transformou em sangue. Você pode imaginar os egípcios indo buscar água no rio e encontrar somente sangue?



Você tem coragem de pegar uma rã? A 2º praga era as rãs. Em todos os lugares: no palácio de Faraó, nas praças, nas casas havia muitas rãs.

Na 3º praga, Deus transformou o pó da terra em piolhos.

Mesmo acontecendo essas coisas horríveis no Egito, Faraó não deixou o povo sair. Deus continuou enviando mais pragas





Veio a 4º praga, que eram as moscas.





A 5º praga foi peste nos animais – Faraó e os egípcios adoravam o deus touro. Acreditavam que ele protegia o gado, mas Deus mostrou que era inútil confiar em um animal.



A 6º praga constitui-se de úlceras – eram feridas muito feias que apareceram no povo.

Vocês acham que agora Faraó vai deixar o povo sair? Não. Ele era muito teimoso





Quem tem medo de chuva de pedras, de trovões, de relâmpagos? Deus enviou chuva diferente para o Egito, que nós nunca vimos igual. A chuva de pedras foi a 7º praga. Caíram tantas pedras que estragaram as plantações e mataram muitos animais.

Depois disso Deus fez soprar um vento forte trazendo milhares de gafanhotos, insetos que devoraram o restante das plantações do Egito. Esta foi a 8º praga.







Os egípcios acreditavam que o sol era o maior de todos os deuses. Então, Deus enviou a 9º praga fazendo com que o sol escurecesse por três dias. Ninguém podia sair de casa porque não encontrava caminho, mas na região onde os israelitas moravam não ficou escuro, somente para os egípcios. Moisés mostrou aos egípcios que o sol não é um deus.

Deus não permitiu que os israelitas sofressem com nenhum dessas pragas que caíram no Egito. Ele cuidou de Seu povo porque os amava.






Depois de tudo isso, Moisés foi falar novamente com Faraó, mas ele continuava com o coração endurecido.

Na aula de hoje, vimos nove pragas. Na próxima lição veremos a 10º praga, mas...será que dessa vez Faraó vai deixar o povo sair? Não percam!

Conclusão

Faraó não quis obedecer a Deus. E Deus estava lhe mostrando que é poderoso e pode realizar qualquer coisa. Faraó não tinha temor a Deus e não reconhecia a Sua grandeza. Nós temos que reconhecer que Deus é poderoso, é o Criador da natureza e o único Deus. Devemos confiar e adorar somente a Deus.



Atividades:







quarta-feira, 13 de março de 2013

Boas Maneiras



Boas maneiras na Casa de DEUS
"Porque fostes comprados por preço. Agora, pois, glorificai a Deus no vosso corpo" (1 Co 6:20).


Todos nós, os cristãos, precisamos de orientação sobre como nos comportar na Casa de Deus, pois somos mordomos de tudo o que Deus nos dá para usarmos no Seu serviço: saúde, dinheiro, prédios, móveis, instrumentos musicais, tempo, vidas. Deus tem confiado a nós, professores, o bem mais valioso: somos mordomos das vidas de nossos alunos. As crianças são inteligentes e capazes de ter um bom comportamento na Casa de Deus e em qualquer lugar. O que lhes tem faltado são professores e pais que disponham de tempo e persistência para orientá-las, orar por elas e com elas, gastar tempo para aconselhá-las, e também dar-lhes bom exemplo.
Muitos adultos se queixam da indisciplina das crianças na igreja, porém o problema está, muitas vezes, na falta de boa orientação. As crianças precisam de bons disciplinadores que reconheçam que são mordomos do Senhor para treinar as vidas que Ele lhes confiou.
É importante que o professor não se esqueça de que "sem nascimento não há crescimento". É necessário tomar cuidado par anão esperar um comportamento cristão de uma criança que ainda nem nasceu de novo.
Esta lição vai mostrar, especialmente às crianças crentes, como ter Boas Maneiras na casa de Deus. A lição divide-se em cinco partes. você pode apresentá-la de uma vez só como o ensino principal de sua aula, ou usar uma parte a cada semana, por exemplo, na abertura da aula.
Depois de apresentar esta lição, observe o comportamento de seus alunos na Casa de Deus. Periodicamente, volte a abordar este assunto, pois com a repetição as crianças assimilarão melhor o ensino.


VERSÍCULO-CHAVE

Esta lição sugere um versículo central e outros relacionados com cada ensino apresentado. Faça um cartaz com 1 Co 6:20, deixando-o afixado como se fosse um quadro para decorar sua sala, a fim de que as crianças possam recordar o texto em cada aula.
"Porque fostes comprados por preço. Agora, pois, glorificai a Deus no vosso corpo" (1 Coríntios 6:20). Memorize o versículo antes da lição.

Para a criança salva, explique que Deus a comprou para Ele. Tudo o que compramos tem uma finalidade, por exemplo: roupa é para vestir, comida é para comer, sabão é para limpar, etc. Deus nos comprou e nos salvou do castigo do pecado, a morte eterna, para que você O glorifique. Você sabe como glorificar a Deus em seu corpo? Vamos aprender com os dois meninos da nossa lição como glorificar a Deus e ter BOAS MANEIRAS NA CASA DE DEUS.

Para a criança não salva, o versículo-chave pode ser usado para a apresentação do plano da salvação. Explique : Deus pagou o preço para comprar você, mas é preciso aceitar esse pagamento, que é a morte de Jesus Cristo na cruz. Os nossos pecados merecem este castigo: a morte, e Jesus recebeu este castigo, morrendo por mim e por você. Pecado é tudo o que desagrada a Deus: desobedecer, brigar, sentir raiva; e todos nós já nascemos pecadores. “Eu nasci na iniqüidade ...” (Sl 51:5). Nós é que somos pecadores, mas Jesus pagou o preço que nós deveríamos pagar. Jesus, sendo perfeito, não merecia morrer, mas Ele fez isso para provar que Deus ama você quer perdoar o seu pecado. "Mas Deus prova o seu prórpio amor para conosco, pelo fato de ter Cristo morrido por nós, sendo nós ainda pecadores" (Rm 5:8).
 Jesus pode salvar você porque não ficou morte, Ele venceu a morte. ( 1Co 15:3,4). Ele está vivo e hoje pode ser o seu Salvador. "Crê no Senhor Jesus e serás salvo" (At 16:31). Você quer receber o Senhor Jesus como seu Salvador? Então fale com Jesus assim: Querido Jesus, eu reconheço que sou pecador e creio que o Senho morreu na cruz para me salvar. Peço que o Senhor venha morar em minha vida e perdoar meu pecado. Quero o Senhor seja o meu único Salvador. obrigado. Amém".
(Professor, procure verificar após a aula, a decisão feita pela criança que orou recebendo a Jesus como Salvador: para isso, providencie aconselhamento.)


( Na verdade você faz apenas um rosto, que você vai contando a história e mudando para alegre e triste. Fiz todos os visuais de EVA e pintei com caneta preta de retroprojetor)


Zeca e Juca são dois meninos que freqüentam a igreja todos os domingos e até as reuniões semanais. Zeca é um menino comportado que ajuda as crianças salvas a terem um bom comportamento na casa de Deus. Juca representa as crianças que, mesmo tendo recebido a Jesus como salvador, demonstram péssimo comportamento na igreja.
Vamos aprender com o Zeca (mostrar o rosto alegre) e também com o Juca (vire, mostrando o  rosto zangado), como podemos ter BOAS MANEIRAS NA CASA DE DEUS (coloque este letreiro) e, assim, glorificar a Deus com o nosso corpo.

Juca está apressado. Ele se atrasou para chegar à igreja, e ainda quis beber água antes de entrar na classe. Juca esta se lembrando da campanha de pontualidade e quer chegar a tempo; por isso, acaba correndo pelos corredores, pensando que é a única pessoa no prédio. Desta forma Juca quase derruba uma criança pequena e assusta os mais idosos.

Zeca já está na classe quando a campainha toca avisando que a aula vai começar. Ele procura chegar a  tempo de ir ao banheiro e beber água para não sair durante a aula. Zeca sabe que a escola Dominical é importante para a sua vida e por isso vem calmamente para a igreja. Zeca é um bom corredor, mas deixa sua corrida para a pista de atletismo da escola e para a hora do futebol.
Correr é bom, crianças, mas deve ser no lugar certo. Na igreja, a casa de Deus, os nossos pés devem andar silenciosamente. Vamos aprender Ec 5:1 - "Guarda o teu pé quando entrares na casa de Deus."
O que significa este versículo? (Deixe as crianças falarem.) Como podemos, então, glorificar a Deus com nossos pés? ( A resposta esperada é: andando com cuidado na Casa de Deus.)
(Coloque o letreiro ANDAR COM CUIDADO NA CASA DE DEUS.) Descobrimos na Bíblia que a Casa de Deus é um lugar onde os nossos pés devem andar silenciosamente. Isto glorifica a Deus.
Vamos aprender Ec 3:1 - "Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo propósito devaixo do céu". Você prestou atenção ao que o Zeca e Juca fazem? que mais aprendemos com eles? De que outro modo podemos mostrar boas maneiras na Casa de Deus? ( A reposta esperada é: sendo pontuais.)

(Coloque o letreiro SER PONTUAL) Isto mesmo. Descobrimos com Zeca que ser pontual, quer dizer, chegar a tempo para tudo, é outra maenira de glorificar a Deus.
Mas, além de chegar na hora, Zeca se prepara para não sair durante a aula, para não atrapalahar a professora ou desciar a atenção das crianças. Pdemos pensar, então, em outra forma de agir com boas maneiras na Casa de Deus. Você saberia dizer? (A respota esperada é: entrar e sair na hora certa.)

(Coloque o letreiro ENTRAR E SAIR NA HORA CERTA) Você conhece os horários das atividades de nossa igreja? Vamos recapitular. (Diga e peça que as crianças repitam.)
Nossos pés podem glorificar a Deus de várias formas. Observemos o Juca novamente. (Vire o visual do rosto e mostre o "pé triste".) Juca diz: _ Corri tanto! Estou tão cansado! Vou descansar meus pés no banco.
Juca colocou os pés no banco; acabou sujando e arranhando a madeira, estragando a pintura nova. Juca sabia que aqueles bancos eram para todos se sentarem e nunca para colocar os pés, mesmo se eles não sujassem ou arranhassem. Juca é muito descuidado e com seus pés esta destruindo ao invés de cuidar da casa de Deus.
Zeca, entretanto, (vire o visual do rosto e mostre o "pé alegre") é cuidadoso na casa de Deus. Ele ajuda a professora a colocar as coisas no lugar, recolhe o lixo espalhados e, durante a aula, procura se sentar direito, com os pés no chão, para não atrapalhar ninguém. Ele sabe que os móveis da igreja pertencem ao Senhor e são as pessoas (jovens, adultos e crianças) que devem ser cuidadosos com tudo. Há pessoas escaladas para tocarem os instrumentos, manejarem o som e Zeca fica só olhando o trabalho de cada um. Quando crescer e souber, ele também poderá ajudar.
Zeca fica tão atento ao programa da igreja, seja na escola Dominical ou no culto, que nem vê o tempo passar; ele gosta de estar na casa de Deus, (mostre novamente o "pé triste"  mas o Juca...! Nunca está contente. Mexe-se no banco, sai do lugar, até parece que tem formigas incomodando seus pés.
Vamos lembrar como os nossos pés podem glorificar a Deus (aponte cada um dos letreiros. Repita o versículo-chave e os versículos desta parte. Desafie as crianças a colocarem em prática hoje mesmo o tipo de comportamento que demonstra boas maneiras na Casa de Deus.)


2- MÃOS



Juca (aponte para o visual com o rosto triste) chegou atrasado para o culto e sentou-se perto de Zeca, que segurava a Bíblia aberta enquanto a leitura estava sendo feita. Juca quis saber onde estavam lendo e abriu sua Bíblia, mas onde ficava o livro de Daniel?- pensava enquanto mexia rapidamente nas folhas. Juca não achou o texto e resolveu folhear o hinário. Ele gostava de ter as mãos ocupadas (mostre a "mão triste"). Na verdade aqueles livros não pertenciam a Juca; eram da igreja, e como Juca sempre esquecia de trazer os deles, pegava os que ficavam para os visitantes. Juca mexia nas folhas de um jeito que fazia “orelhas” nas páginas.

Zeca (vire para o rosto alegre) terminou de ler sua Bíblia e fechou com cuidado. Ao abrir seu hinário, virou as páginas sem fazer barulho e logo encontrou o hino anunciado. Ao seu lado, Juca continuava procurando, pois não tinha prestado atenção e confundira o número; todos cantam e Juca interrompe Zeca para saber o número do hino.
Chegou a hora do ofertório e Juca (vire para o rosto triste) fez um barulhão com as moedas que tinha trazido; parecia que ele desejava que todos soubessem que tinha dinheiro em suas mãos.
Zeca (vire para o rosto alegre) sabia que entregar a oferta durante o culto era parte da adoração ao Senhor. Zeca reconhecia que Deus era o Senhor Todo poderoso, dono de tudo. A oferta era uma demonstração de seu amor para Deus, e não uma amostra para os outros, (mostre a "mão alegre") e por isso, Zeca colocava sua oferta com cuidado. Suas mãos estavam sempre prontas para glorificar ao senhor e isto envolvia ajudar aos outros na igreja, em casa, na escola, em qualquer lugar.
O que aprendemos com Zeca e Juca, crianças? Que podemos glorificar a Deus com nossas mãos. de que maneiras podemos mostrar boas maneiras na Casa de Deus com nossas mãos? (Espere que as crianças respondam, e então coloque os letreiros FOLHEAR CUIDADOSAMENTE A BÍBLIA E O HINÁRIO E SEGURAR CUIDADOSAMENTE A OFERTA.)


O nosso versículo é: “...e seja o erguer de minhas mãos como oferenda vespertina.” Sl 141:2b. Vamos oferecer nossas mãos para a glória de Deus, hoje? É só usá-las com boas maneiras na Casa de Deus.


3- OLHOS

Juca (aponte para o rosto triste) fica tão desatento na Casa de Deus que não ouve o Pastor dizer que é tempo de todos orarem. Seus olhos ficam abertos, observando as flores no vaso, a cor da camisa do Sr. Pedro, e finalmente vê que todos estão de olhos fechados (mostre o "olho triste"). Ele sabe que isso significa oração, mas nem se importa e ainda pensa:
- Que oração mais comprida! Não acaba nunca!
Juca resolve então ver uma revistinha dentro da igreja e na hora do culto.

Zeca, porém, (vire para o rosto alegre) está de olhos fechados acompanhando a oração e no final diz: “Amém”, porque ele acompanha todas as palavras. Zeca sabe que orar é falar com Deus. Sabe também que fechamos os olhos (mostre o "olho alegre") para pensar em Deus sem nos distrairmos olhando para outras coisas, e para prestar atenção nas palavras que estão sendo ditas.
Podemos orar em qualquer lugar, pois Deus, que é Espírito, está em toda parte e pode nos ouvir. Mas na igreja de um modo especial. Imagine você indo na casa de alguém e depois  voltando para sua casa sem ter falado com aquela pessoa? Pois é assim que Juca tem feito e muitas crianças fazem.
Descobrimos agora outra maneira de mostrar boas maneiras na Casa de Deus. Qual é? (Espere respostas dos alunos.) Isso mesmo. Descobrimos que a casa de Deus é um lugar de oração. E para orar, pensando realmente em Deus, devemos FECHAR OS OLHOS NA ORAÇÃO (coloque esse letreiro.)


Vamos abrir a Bíblia em 1Pe 3:12 e ler atentamente. (leia o versículo todo, depois avise aos alunos que vão memorizar somente a primeira parte).
1 Pedro 3:12 _ "Porque os olhos do SEnhor repousam sobre os justos e os seus ouvidos estão abertos às suas súplicas."
O versículo nos diz que Deus vê tudo e ouve as nosssas orações ou súplicas. Vamos decorar este versículo, e quando estiver orando e sentir contade de abrir os olhos ou pensar em outro assunto, repita o versículo; estou certo de que você terá vitória e vai glorificar a Deus com seus olhos.

4- OUVIDOS

Os ouvidos de Juca (mostre o "ouvido triste") andam tão distantes! Apesar de estar na igreja ele (aponte para o rosto triste) não ouve as orações que são feitas, não presta atenção nos avisos nem no texto a ser lido; e quando um hino é anunciado, ele não ouve. Por isso, Juca sempre interrompe as pessoas que estão ao seu lado para perguntar alguma coisa. Juca não tem educado seus ouvidos para ouvirem a voz de Deus e quando o inimigo sopra alguma mentira ele acredita; por exemplo, o inimigo diz: “Você é um menino muito ocupado e precisa descansar; para que ler a Bíblia em casa, antes de dormir?” Assim, Juca não ouve a Palavra de Deus na igreja e nem em sua casa. É por isso que ele vive triste e desanimado.

Zeca é diferente (vire para o rosto alegre). Ele gosta das orações na igreja. Nem sempre ele entende as palavras que os adultos usam quando oram, mas ele sabe que Deus entende e está ouvindo mostre o "ouvido alegre"). Zeca acompanha tudo na casa de Deus porque ama ao Senhor e quer conhecê-lO melhor. Assim,  Zeca abre com cuidado sua Bíblia, acompanha a leitura e presta atenção ao que está sendo ensinado. Ele sabe que Deus fala com as pessoas através da Bíblia e também dos pregadores e ensinadores. Zeca já aprendeu que o inimigo quer nos enganar com suas sugestões. Por isso, em casa, ele separa tempo para ler a Bíblia todos os dias.
Uma das histórias bíblicas prediletas de Zeca esta em  1 Sm 1:1-14. Lemos aqui que Deus falou com o menino Samuel. Crianças, a Bíblia é a palavra de Deus e quando nós a lemos com atenção Deus fala conosco.
Vamos aprender um versículo que contém as palavras de Samuel para Deus: 1 Samuel 3:9 _ “Fala, Senhor, porque o teu servo ouve”.
Como podemos ter boas maneiras com nossos ouvidos na Casa de Deus? (Aguarde respostas.) Sim, descobrimos que nossos ouvidos devem OUVIR A PALAVRA DE DEUS (coloque o letreiro me qualquer lugar, mas principalmente na igreja. Assim estaremos glorificando a Deus.


5 - BOCA

As BOAS MANEIRAS que estamos aprendendo ajudam a termos um comportamento que agrada a Deus em Sua Casa. Mas, em qualquer lugar onde o povo de Deus se reúne, estas boas maneiras são recomendáveis. Muitas crianças vêm à Casa de Deus, mas estão desagradando ao Senhor com seu comportamento.
A boca é uma parte do corpo que muito desagrada a Deus ao invés de glorificá-lO. Com ela nós mentimos, falamos palavrão, fofoca, etc.
Juca (aponte para o rosto triste) tem ouvido algumas sugestões do inimigo de Deus e infelizmente, dado atenção a elas. Satanás não gosta que agrademos ao Senhor, Juca (mostre a "boca triste") ainda não aprendeu a controlar sua boca na Casa de Deus e fala alto quando deveria ficar calado. Na hora de cantar, ele se atrapalha com o hinário e depois diz: “Não conheço este hino; não vou cantar.” Então, enquanto todos cantam, ele fica conversando com o colega ao seu lado.
Zeca (vire para o rosto alegre) gosta muito de cantar (mostre a "boca alegre"), principalmente as músicas que falam sobre Deus, como Ele é Santo, Justo e Amoroso, e sobre  o Salvador Jesus que deu Sua vida para nos salvar. Zeca sabe que Deus é Santo e nós, pecadores. Mas, que por meio de Jesus Cristo, podemos nos aproximar do Senhor e louvá-lO.
Com a boca, Zeca também pode orar em voz alta. Pode, ainda, falar de Jesus a seus amigos. Assim, com a sua boca, ele pode glorificar Deus.
O que você descobriu com Juca e Zeca? Sim, que a nossa boca é outra parte do corpo que deve glorificar  a Deus. Também, a boca que costuma CANTAR LOUVORES A DEUS (coloque o letreiro) esta agradando ao Senhor. Nosso versículo é: “Bendirei ao Senhor em todo o tempo, o seu louvor está sempre nos meus lábios” -  Sl 34:1.



Zeca quer sempre agradar a Deus, glorificando-O em seu corpo. Ele sabe que ninguém é perfeito, todos são pecadores, mas os que receberam o Senhor Jesus como Salvador pertencem a Deus. E o Espírito Santo dá forças para o salvo glorificar a Deus.
Você,  e eu somos pecadores. Mas você, que já tem Jesus como Salvador, pode se lembrar desta verdade: Ele está sempre com você e lhe dá forças para glorificá-lO em seu corpo. Deus quer que você O glorifique, cantando-Lhe louvores com sua boca.


CONCLUSÃO

(Professor, coloque no flanelógrafo ou cole na parede as nove tiras com as boas maneiras.)

Como você tem se comportado na Casa de Deus? Eu não posso ver o que você faz na igreja pois não estou a seu lado todo o tempo. Sou humano e só posso estar em um único lugar de cada vez. Mas Deus está em todo lugar e vê tudo. É Deus quem lhe dá todas as coisas, como vida, saúde, e tudo mais. Ele ficará muito contente com as suas BOAS MANEIRAS em Sua Casa. Você ama ao Senhor? Quer agradar-Lhe? Entãoo repita estas BOAS MANEIRAS só para você e pense em como se comporta na igreja. Lembre-se de que Jesus está sempre com você, que já O recebeu como Salvador. Peça-Lhe que o ajude a viver para glorificá-lO.
Mas se você ainda não O convidou para entrar na sua vida e perdoar seu pecado. Jesus está esperando que você o convide hoje mesmo. Quer fazer isso?
(Termine com oração.)

REVISÃO

Como tem sido o seu comportamento na Casa de Deus? Repitam comigo o versículo que decoramos: " Porque foste comprados por preço. Agora, pois, glorificai a Deus no vosso corpo" (1 Coríntios 6:20). Vamos lembrar o que aprendemos com Juca e Zeca.
(Professor, aça perguntas às crianças do tipo: Como podemos mostrar boas maneiras na Casa de Deus com nossa mãos? pés? olhos? ouvidos? boca? Que versículo nos ensina como glorificar a Deus com nossos ouvidos? olhos? pés? mãos? boca? À medida que vão respondendo, vá colocando diante deles todos os visuais da lição, de modo que, no final, forme um painel como o modelo abaixo.)


VERSÍCULO
CORPO
BOAS MANEIRAS
Ec 5:1
Ec 3:1


Sl 141: 2b

1 Pe 3:12a
1 Sm 3:9b
Sl 34:1
Pés



Mãos

Olhos
Ouvidos
  Boca
Andar com cuidado na Casa de Deus
Ser pontual
Entrar e sair na hora certa

Folhear cuidadosamente a Bíblia
Segurar cuidadosamente a oferta

Fechar os olhos na oração
Ouvir a Palavra de Deus
Cantar louvores a Deus



HORA DA ATIVIDADE:



HORA DA LEMBRANCINHA:

Que tal fazer para cada criança um Juca/Zeca em tamanho pequeno? Assim eles podem contar a histórias para outras pessoas.







segunda-feira, 11 de março de 2013

Jonas









Rainha Ester






1- Objetivo: Ensinar às crianças a importância de agradecer ao Senhor por nossa salvação.
2- Quebra-Gelo: Você lembra o dia que aceitou Jesus como o seu Senhor e Salvador?
3- Versículo para Memorizar: “Somos mais que vencedores, por meio daquele que nos amou.” Rm 8:37
4- Referência Bíblica: Ester 4-8
5- Mensagem: Ester era uma jovem judia que foi escolhida pelo rei Assuero, da Pérsia, para ser sua rainha. Tinha um primo chamado Mordecai, que a criara desde pequena, pois era órfã, não tinha pais. Mordecai era judeu e, fiel aos princípios de Deus, não se prostrava perante ninguém, por isso atraiu sobre si e sobre todos os judeus que ali viviam a ira de Hamã, homem exaltado pelo rei acima de todos os príncipes, diante de quem todos tinham que se prostrar. Hamã, para se vingar de Mordecai, foi ao rei e falou-lhe do povo judeu, que tinha leis diferentes de todos os outros povos e não obedecia às ordens dadas por ele. Em razão dessa desobediência, que o rei não os deixasse ficar ali, mas que os mandasse matar. Quando Mordecai soube desta ordem, rasgou suas roupas, vestiu-se de sacos e foi para a porta do rei, mas não o deixaram entrar. Ester soube do que estava acontecendo, mas achou-se incapaz de fazer alguma coisa, pois, apesar de ser rainha, só podia entrar na presença do rei quando este a chamava. Se entrasse sem sua ordem, poderia ser morta. Mordecai mandou-lhe dizer que se ficasse calada, certamente morreria junto com seu povo, pois também era judia e lembrou-lhe que talvez estivesse ali como rainha por providência de Deus para salvar seu povo. Ester mandou então que todos jejuassem por três dias, pois assim faria também, e depois entraria na presença do rei. No terceiro dia, Ester vestiu o manto real. Então, ela respirou fundo e entrou na sala interior, onde o rei estava sentado. O rei viu Ester e ficou muito satisfeito. Ele estendeu o seu cetro de ouro e perguntou a Ester o que ela queria. Ela, então o convidou para um banquete juntamente com Hamã. Hamã já tinha mandado preparar uma forca para Mordecai. Durante o banquete, novamente o rei perguntou-lhe o que queria e ela o convidou para um novo banquete. Neste segundo banquete, perguntou o rei a Ester, outra vez, qual era o seu pedido. Então ela lhe contou tudo o que estava acontecendo, denunciando Hamã como perseguidor do seu povo. Então o rei mandou que Hamã fosse enforcado na mesma forca que havia preparado para Mordecai e que fosse revogada a ordem de matar os judeus. O rei fez um decreto que todos os judeus podiam se reunir para lutar com quem tentasse matá-los. Deus estava com seu povo. Eles foram vitoriosos. Depois, eles fizeram uma festa especial para honrar a Deus por livrá-los da morte, chamada Festa de Purim.

Festa de Purim: O objetivo central da festa de Purim é compartilhar a alegria. Muitos judeus, em particular as crianças, fantasiam-se e participam de desfiles e concursos. As fantasias mais populares costumam ser as de Mardoqueu e da Rainha Esther. Peças teatrais são encenadas para recontar a milenar história. Nesta festa adultos e crianças comem e bebem alegremente, nesta festa também trazem alimentos e roupas para serem doados a pessoas carentes.

8- Aplicação: Assim como Deus usou a vida de Ester para salvar o povo judeu, Ele usou a vida de Jesus para nos salvar da morte. Que possamos louvar ao Senhor e agradece a Deus por Seu amor para com as nossas vidas!
9- Atividade: Sugestões: 1- Monte uma história da rainha Ester em quadrinhos, cada criança pode fazer um quadrinho, um desenho de uma parte da história, e depois junte os desenhos e reconte de forma resumida.
2- Prepare com as crianças uma festa de Purim, com lanches, doces, sucos, e muito louvor, para celebrar a nossa salvação em Cristo. Peça que nessa festa tragam algo para ser doado: roupas, brinquedos, alimentos (fechados). Incentive todas a trazerem algo, mesmo as mais carentes, elas encontrarão algo para trazerem, com certeza, é importante não tirar esse privilégio de nenhuma criança que é o de doar algo para alguém.
10- Comunhão / Encerramento